NOTÍCIAS

Secretaria

Clube Jundiaiense está fora da área de risco da febre amarela

A diretoria do Clube Jundiaiense, preocupada com a presença de macacos saguis (Callithrix Spp), na área verde da sede de campo e, em virtude do surto de febre amarela no Estado de São Paulo, enviou um ofício junto à Prefeitura Municipal de Jundiai, que prontamente foi respondido pela Vigilância Epidemiológica e pela Vigilância em Zoonozes.

Por isso, no dia 10/02, o Clube recebeu a visita do médico veterinário da Zoonozes, Dr. Carlos Hitoshi Ozahata, que orientou alguns colaboradores e associados sobre a febre amarela, além de explicar sobre a observação dos animais que frequentam o local e como notificar situações não usuais, como animais doentes, mortos ou com distúrbios de comportamento.

Por sua vez, a Prefeitura esclarece que, até o momento a cidade de Jundiaí não se enquadra nos critérios de municípios com área de risco de febre amarela, mas reforça a responsabilidade do monitoramento das epizootias (óbitos de primatas não humanos), que devem ser comunicados ao Serviço de Vigilância em Zoonozes, pelo telefone: 11 4521-0660, e-mail: zoonoses@jundiai.sp.gov.br ou à Vigilância Epidemiológica, pelo telefone: 11 4521-2031, e-mail: vigiepid@jundiai.sp.gov.br.

Foto: Nathália Brant / Flickr

Veja também:

Comentários

Exibindo Comentários